Segundo a Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica), a busca por energia solar fotovoltaica começou a aumentar em 2019. Mas, com o cenário da pandemia, crise econômica e a crise hídrica, o resultado foi um aumento considerável e constante na conta de energia. Isso fez com que as buscas por marcas de energia solar aumentassem ainda mais. 

registro de marca para energia fotovoltaica

O resultado disso tudo é que o segmento de energia solar fotovoltaica cresceu e ainda vai crescer. Muitas empresas surgiram oferecendo seus serviços. E assim como em qualquer outro tipo de negócio, é preciso se diferenciar dos concorrentes e criar uma marca forte. 

Aqui nesse texto você aprenderá sobre como criar uma marca de energia solar fotovoltaica e a importância de fazer o registro de marca no INPI.

Tenha uma boa marca 

Para criar uma boa marca que realmente entre na vida das pessoas, você precisa pensar muito além de um logo bonitinho. É preciso que você considere alguns pontos importantes que contribuíram na construção de uma marca forte. Esses pontos são:

  • A personalidade da marca;
  • Missão, visão e valores;
  • O posicionamento desejado;
  • Os produtos e serviços que serão oferecidos;
  • O público alvo e persona;
  • Os concorrentes.

A personalidade da marca

A marca deve ser tratada como a coisa mais importante do seu negócio. Mesmo que por trás dela exista algumas pessoas cuidando de tudo, a primeira imagem que o cliente verá é a marca. Ela precisa ter uma personalidade, por exemplo, pode ser mais descolada ou mais séria. Isso ajudará na hora de definir o estilo do logo, do atendimento, dos materiais etc.

Missão, visão e valores

A missão é o que a sua marca fará hoje pelos seus clientes. A visão é o que ela fará amanhã pelos clientes. Já os valores, é aquilo que sua marca acredita e valoriza. 

O posicionamento desejado

Ninguém começa um negócio sem saber o que deseja alcançar. Sabendo disso, você consegue definir um posicionamento para sua marca e trabalhar para que seus clientes vejam a sua marca como você realmente deseja.

Muita gente comete o erro de não definir um posicionamento. Dessa forma, a marca vai se construindo de maneira desordenada e o resultado disso é que as pessoas acabam ficando com uma imagem distorcida do que você realmente deseja.

Os produtos e serviços que serão oferecidos

Um bom planejamento inclui uma listagem dos produtos e serviços que sua marca terá. Inclua nessa lista opções que você deseja ter futuramente. Coloque também as opções que você sabe que nunca irá trabalhar. Dessa forma, você consegue pensar em uma marca que possa representar todo o seu catálogo de produto.

registro de marca para energia fotovoltaica

Defina também os pontos fortes e fracos de seus serviços. Como por exemplo, a energia solar fotovoltaica pode diminuir em até 95% a conta de luz. Esse é um ótimo apelo para ser usado na divulgação de seu serviço. Porém, apesar de forte, também é comum. 

Você pode usar outros apelos, como por exemplo, questionar o que sua persona pode fazer com mais dinheiro no bolso, como viajar com a família, curtir um churrasco etc. E dizer que isso é possível usando a economia que fará utilizando a energia fotovoltaica pela sua marca.

O público alvo e persona

A marca é sua. Mas quem compra são eles. Portanto, você deve criar uma marca forte pensando nas pessoas que vão comprar seus produtos. Pense em todos os aspectos: dados demográficos, emocionais, familiares etc.

Pense nas dores, nos motivos de comprar os seus produtos. Isso vai refinar ainda mais a construção da sua marca.

Os concorrentes

Fique de olho no que a concorrência está fazendo. A ideia não é copiar, mas observar o que dá certo ou não. E até mesmo para se preparar para determinadas situações. 

Vantagens de registrar marca para energia solar fotovoltaica

Há várias vantagens em fazer o registro de marca para energia solar fotovoltaica. Vou listar alguns. 

O INPI só permite que uma marca seja registrada em cada NCL. Ou seja, não é possível registrar uma marca igual ou semelhante a outra já registrada. Dessa forma, sua marca será única e exclusiva. 

O registro dará a exclusividade da sua marca e é possível que você use isso como apelo para seus clientes. Afinal, outra marca semelhante seria uma cópia ou pirataria da sua. Além disso, com o considerável aumento de pessoas instalando sistema de geração de energia solar em suas residências faz com que aumente também o número de empresas prestando esse serviço. Eventualmente alguma dessas empresas pode surgir com o mesmo nome que a sua, e isso pode ser coincidência ou não.

Após feito o registro, você pode impedir que outras pessoas usem uma marca igual ou semelhante a sua. Isso ajudará você a combater as cópias, podendo fazer uma notificação por uso indevido de marca. Caso isso não resolva o problema, você pode tomar medidas extremas e receber até mesmo uma indenização.

De acordo com o INPI, o registro de marca também aumenta em até 30% o valor da marca. Afinal, ela será única e exclusiva. Com um bom trabalho de marketing e posicionamento, certamente você terá ótimos lucros com sua marca.

O registro também permite fazer o licenciamento da marca, abrir franquias e até mesmo vender a marca para outra pessoa.

registro de marca para energia fotovoltaica

Como fazer o registro de marca para energia solar fotovoltaica

O registro de marca para empresas de energia fotovoltaica é feito no INPI (Instituto Nacional da Propriedade Industrial). Esse registro vai garantir que não exista outra marca igual ou semelhante a sua no mesmo segmento. Além dos outros benefícios listados acima.

O processo de registro de marca para energia solar fotovoltaica é extenso e um pouco burocrático. Mas, é possível que você faça sozinho seguindo esse guia. Outra possibilidade é contratar uma assessoria especializada em registro de marca, como é o caso da Zênite. Em muitos casos a contratação é a melhor opção e vou te explicar os motivos.

O primeiro passo é a pesquisa de anterioridade de marca. Nessa pesquisa é analisada a disponibilidade de registrar a sua marca. É preciso fazer isso com calma e analisar a marca como um todo e em várias possibilidades. Isso ajudará aumentar as chances de sucesso do registro. 

É preciso classificar sua marca corretamente em uma das NCLs (classificações) do INPI. Todas as informações precisam ser preenchidas corretamente, pois não há possibilidade de alterar o pedido. Outro ponto é o cumprimento dos prazos. Não existe segunda chance. Se você perder o prazo de pagamento de uma guia, por exemplo, perderá o processo.

Além disso, o INPI não envia nenhuma notificação, informação ou cobranças. O depositante precisa fazer todo o acompanhamento na plataforma no órgão semanalmente. Esse acompanhamento é fundamental para garantir que você não perca nenhum prazo.

O processo de registro de marca pode demorar até 12 meses para ser concluído. Ou seja, será preciso fazer esse acompanhamento durante todo esse tempo. 

Uma assessoria, como a Zênite, conta com softwares especializados para fazer esse acompanhamento, evitando deixar passar alguma coisa. Além de ser mais seguro para você, não há preocupações com isso e você pode se dedicar ao trabalho.

Veja todas as etapas do processo de registro de marca em detalhes.

Quer uma pesquisa de disponibilidade gratuita e sem compromisso? Entre em contato com a Zênite preenchendo essa pesquisa aqui.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here