Já parou para pensar quantos influenciadores existem por aí? Ser um influenciador já se tornou profissão. Muitos usam um apelido ou o próprio nome para se tornarem conhecidos e, consequentemente, ganharem dinheiro. O que significa que o nome de cada influencer tornou-se sua marca. Isso faz com que o registro de marca para influencers seja extremamente importante para evitar cópias. 

registro de marca para influencers

Mesmo aqueles que usam o próprio nome para se tornarem influenciadores, precisam do registro. E o motivo é simples: isso irá garantir a proteção e evitará que outras pessoas copiem o seu nome ou criem um nome artístico semelhante ao seu. Além da própria imagem, um influenciador pode ganhar dinheiro de várias outras formas. Como, por exemplo, criando materiais digitais como cursos, criando uma loja com produtos próprios como camisetas, canecas e acessórios etc.

Ser um influenciador é se tornar o próprio negócio. E, o registro de marca é importante para qualquer tipo de negócio. Vamos falar mais sobre isso?

O que é o registro de marca

A marca é aquele nome e/ou sinal pelo qual se reconhece um produto, loja ou influenciador específico. Muitas marcas são conhecidas pela qualidade, tradição, sabor e outras características marcantes. Como, por exemplo, o smartphone que você usa, o refrigerante preferido e aquele digital influencer que você mais acompanha. 

Essa marca é a cara de um negócio. E, ela deve ser registrada para garantir a exclusividade. Caso contrário, qualquer outra pessoa pode usar uma marca igual ou semelhante. Isso também acontece com os influencers.

O registro de marca é feito no INPI (Instituto Nacional da Propriedade Industrial), a autarquia federal responsável pelo registro das marcas no Brasil. Só é possível garantir a titularidade de uma marca, se tiver o registro concedido pelo INPI.

Ou seja, só é o dono verdadeiro da marca, se ela estiver registrada no INPI. 

registro de marca para influencers

O intuito do registro da marca é garantir a exclusividade. Dessa forma, não pode existir uma marca igual ou semelhante no mesmo segmento. Por exemplo, se existir uma loja chamada KAZA, não poderá existir outra chamada CAZA no mesmo segmento. Apesar de trocar uma letra, ainda são semelhantes, não é mesmo?

Portanto, para ter uma marca única e exclusiva, é necessário fazer o registro dela no INPI o quanto antes.

Registro de marca para influencers

Nos últimos tempos, a quantidade de influenciadores aumentou consideravelmente. Existem muitas pessoas que trabalham como influencers e ganham a vida dessa forma. Mas, o que poucos sabem é do risco que estão correndo sem registrar a marca como influencers.

O registro de marca para influencers impedirá que cópias surjam no mercado. Ocupando o lugar deles e até mesmo roubando sua audiência. 

Imagine só, um influenciador com milhares de seguidores fazendo sucesso entre eles. E aí, surge outro influenciador usando um nome semelhante. Isso pode causar uma grande confusão e, parte da audiência começar a seguir esse outro perfil, devido à semelhança do nome. 

Para um influenciador digital, sabemos que o número e a qualidade dos seguidores é fundamental, não é mesmo?

registro de marca para influenciador

Ao registrar a marca como influenciador, impedirá que isso aconteça. Pois, se aparecer outra pessoa com nome igual ou semelhante, se caracterizará como uso indevido de marca. Neste caso, o titular da marca poderá enviar uma notificação extrajudicial para essa pessoa, informando um prazo para parar de usar a marca. Caso contrário, o problema poderia aumentar, incluindo até mesmo o pagamento de uma indenização para o verdadeiro titular. 

Agora, por outro lado, sem o registro de marca, quem corre o risco de receber essa notificação é você.

Veja mais sobre o registro de marca para influenciador digital.

Benefícios do registro de marca para influencer digital

O maior benefício é garantir a exclusividade da marca para aquele influencer digital. Mas ainda há outros benefícios bastante interessantes para fazer o registro o quanto antes.

Com o registro, existe a possibilidade de ampliar sua forma de ganhar dinheiro. A marca pode estar estampada em outros lugares através do licenciamento de marca. Isso significa que você pode autorizar (e receber por isso) o uso da marca em outros objetos como camisetas, canecas, brinquedos etc.

Ou, melhor ainda, você mesmo pode criar uma linha de produtos com a sua marca e comercializá-la. 

Existem estimativas do próprio INPI que o registro de marca aumenta em 30% o valor do produto ou serviço. Isso acontece por um motivo bem simples. Com o registro, sua marca se tornará única e exclusiva no mercado. Logo, será considerada original. E, tudo aquilo que é original, único e exclusivo, consequentemente é mais caro, não é mesmo?

E se o influencer usa o próprio nome como marca?

Nome e sobrenome também é registrável como marca, você sabia disso? Principalmente se você a utiliza como uma marca e ganha dinheiro através dela. Exatamente como acontece com influencers digitais. 

Inclusive, se parar para pensar, muitas marcas são constituídas por nome e sobrenome de seus fundadores. Esse também é o caso de cantores e duplas. 

Existem vários casos reais de famosos e pessoas conhecidas na mídia que registraram seus nomes. Como é o caso da Jojo Maronttini. Há ainda outras empresas que usam o nome de seus fundados, como McDonald’s, Calvin Klein, Carmen Steffens entre outros.

registro de marca para influencers

Como fazer o registro de marca para influencer

O processo de registro de marca para influencer digital acontece no INPI. Desde o depósito até a emissão do certificado final (a prova de que a marca está devidamente registrada), leva cerca de 12 meses. Mas, há casos que o processo finaliza entre 6 e 8 meses.

Durante todo o processo é preciso fazer o acompanhamento. Ou seja, verificar se há algum despacho com exigência do INPI. Também há prazos para cumprir, como o recolhimento de guias. Tudo deve ser feito dentro dos prazos, caso contrário, perde o processo.

Além disso, antes de começar o processo, é fundamental identificar a NCL correta da marca. O INPI divide as marcas em categorias ou classes. Cada segmento e/ou ramo de atuação pertence a uma NCL.

Só é possível registrar a marca em uma NCL por processo. Dessa forma, é importante indicar qual a classe correta logo no início do processo. Se a opção for selecionada errada, não há como mudar e nesse caso é preciso iniciar outro processo.

Aqui no nosso blog tem um artigo completo sobre como fazer o registro de marca sozinho. Você pode conferir clicando aqui.

Outra possibilidade é contratar uma assessoria especializada em registro de marca. Como é o caso da Zênite. Você pode conversar com um consultor sem compromisso para tirar suas dúvidas. Basta preencher o formulário dessa página aqui.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here