Uma das etapas mais difíceis na hora de construir uma marca é processo de naming. Esse é o nome do processo em que o nome da marca é decidido. Geralmente acontece entre duas ou mais pessoas e é o primeiro passo para a construção de uma marca de sucesso. É uma etapa completa e cheia de dificuldades. O processo de naming deve ser pensado com calma e cautela, pois é a peça essencial da construção de uma marca. Confira agora algumas dicas de como criar o nome perfeito para sua marca:

Crie o nome perfeito para sua marca: conhece o processo de naming?

O que é o processo de Naming?

É um processo utilizado para nomear uma marca, produto ou serviço. Através dele é definido um nome que representa tudo sobre a empresa: o seu posicionamento, sua missão, visão e valores.

Durante essa estratégia é importante anotar o maior número de alternativas possíveis em um espaço de tempo determinado por você. Dessa forma irá esgotar as suas ideias e refinar as opções diminuindo as opções. Consequentemente, isso fará com que você encontre o nome perfeito para sua marca.

É importante sempre lembrar-se da visão, o posicionamento e o propósito da sua marca. Esses são os pilares da criação de sua identidade. Os nomes podem surgir de várias inspirações, como o local onde será sua empresa, do público, das ferramentas de uso, iniciais dos nomes dos proprietários, números que fazem referências a sua marca e muitos outros.

Coloque em prática: Crie o nome perfeito para sua marca

Coloque todas as opções em uma tabela ou em lista para que você consiga compará-los com alguns quesitos essenciais:

Crie o nome perfeito para sua marca: conhece o processo de naming?

Posicionamento

Pense no propósito da sua marca e o posicionamento dela no mercado. Os nomes na tabela estão alinhados a isso? Se não, essa é a primeira etapa para começar a eliminar algumas opções. Vale frisar que o bom posicionamento faz com que a marca se estabeleça no mercado, criando vínculos e laços mais profundos com os consumidores. Necessariamente, o nome do seu negócio precisa estar alinhado ao posicionamento.

Mercado

Faça uma pesquisa e avalie se há nomes similares com os que você pensou. Veja também se algumas das opções podem confundir o público — ou até mesmo copiar seus concorrentes! Para ter o nome perfeito para sua marca, ela precisa ser única no mercado. Isso faz toda a diferença nos resultados futuros.

Público

Você acha que o seu público vai se identificar com o nome escolhido? Analise muito bem seu público alvo: gostos, cultura, faixa etária, economia, escolaridade, percepções, emoções e todo o seu comportamento. Isso lhe dará um parâmetro para garantir se o nome é perfeito para sua marca. Outra hipótese é realizar uma pesquisa de mercado com o seu público alvo.

Disponibilidade

Essa é uma parte essencial do processo de naming! Verifique se o nome escolhido existe e se está registrado no INPI por outra pessoa. Além disso, veja também a disponibilidade do domínio da web. Os nomes registrados devem ser imediatamente excluídos da sua lista, pois poderão trazer sérios problemas. Para verificar se há disponibilidade do registro de marca, clique aqui e faça uma pesquisa gratuita.

Crie o nome perfeito para sua marca

Cada nome tem as suas vantagens e desvantagens e você deve optar pelo que seja melhor para o seu negócio. Uma ótima maneira para começar a escolher o naming é saber em qual categoria ele vai se encaixar. Veja:

Patronímico

Essa categoria utiliza-se de nomes de pessoas e é uma das formas mais antigas de se colocar o naming. Exemplo disso é a Calvin Klein e o McDonald’s. No entanto o lado contra é que a vida pessoal do fundador ou proprietário reflete muito na marca. Com isso, você deverá ter extremo cuidado para — mesmo sem querer — não prejudicar seus negócios.

Toponímico

É a categoria que utiliza nomes de cidades, país, rios, e outras referências geográficas.

Descritivo

Museu das artes em São Paulo e Banco do Brasil são dois exemplos de nomes descritivos. Ou seja, é descrito de forma clara o que esta sendo oferecido. É de fácil entendimento, no entanto é uma categoria com bastante dificuldade no registro.

Simbólico

Aqui você cria nomes que possuem significados que são relacionados a alguns atributos do produto ou serviço. Essa categoria cria maior vínculo emocional com o cliente. Porém, a maioria dos nomes já está em uso.

Siglas

Esses são os mais comuns, já que são os nomes criados apenas com as iniciais. Exemplo disso é a BMW e o HSBC. Essa categoria é fácil de criar, fácil de decorar e tem boa elasticidade na marca. Porém, é preciso mais investimento em mídia para que seja construído em cima dessas siglas um significado.

O que faz ser um bom nome?

Crie o nome perfeito para sua marca: conhece o processo de naming?

Na verdade não existe algo específico para isso, mas sim, um conjunto de ideias, ferramentas e trabalho duro. Para criar-se um bom nome, o processo deve ser muito bem pensado e multidisciplinar que deve levar em conta 3 pontos importantes:

  1. A estrutura fonética: A pronúncia da sua marca é fácil e simples de lembrar?
  2. Impacto estratégico: Você está alinhando o seu posicionamento, visão e objetivos junto ao nome?
  3. Valor semântico: O nome escolhido mostra a ideia correta e transmite o que você quer? Qual o significado?

O processo de naming é delicado e eficiente para encontrar o nome perfeito para sua marca. Seguindo todos esses tópicos você poderá criar um nome único e muito marcante da sua empresa, assim trazendo bons resultados e posicionando bem no mercado. E não se esqueça: após todo esse processo, registrar a sua marca é essencial para proteger o seu negócio — e evitar o retrabalho!

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here