Como uma pequena barraca de comida rápida se tornou a maior rede de fast food do mundo? Parece enredo de um filme (e é mesmo), mas é a história real do McDonald’s. Apesar de famosa, muita gente não sabe qual foi o caminho até chegar ao que conhecemos hoje. 

conheça a verdadeira história da marca mcdonald's

Assim como muitos outros negócios, o McDonald’s passou por várias situações até conquistar o tão sonhado sucesso. Inclusive, seus verdadeiros criadores sofreram um golpe e acabaram perdendo seu negócio. 

Pronto para conhecer a história da marca McDonald’s?

McDonald’s: como tudo começou 

O ano era 1937 e dois irmãos, Richard e Maurice McDonald (mais conhecidos como Dick e Mac), começaram uma barraquinha de cachorro-quente na pequena cidade de Arcádia, na Califórnia. Esse primeiro empreendimento se chamava Airdome.

Após a mudança para San Bernardino (Califórnia) em 1940, os irmãos mudaram o rumo dos negócios e abrem o primeiro restaurante McDonald’s na Rota 66, a maior parte do cardápio era composta de churrasco, mas entre as opções, havia o hambúrguer por US$0,15. 

Naquela época, os pedidos já eram entregues nos carros, mas com um diferencial: garçons de patins levavam os pedidos até os clientes. Isso foi um grande sucesso na época, o que acabou se tornando tendência em outros estabelecimentos.

O restaurante ficou fechado por alguns meses. Mas o motivo era nobre. Dick e Mac perceberam que seus lucros vinham em sua maioria dos hambúrgueres. Então, reformularam todo o seu cardápio, focando os hambúrgueres.

conheça a verdadeira história do mcdonalds

Quando reabriram o restaurante em 1948, o cardápio tinha apenas opções de hambúrgueres, batata frita e milk-shake. A operação também mudou. Cada hambúrguer levava pouquíssimo tempo para ser feito, cerca de 1 minuto. A operação toda não exigia a presença de garçom, então os pedidos não eram mais levados por garçons de patins. O cliente pedia diretamente ao cozinheiro, que preparava o lanche e o entregava embrulhado rapidamente. 

Inclusive, a nova loja já tinha um gigante M em amarelo a 7,5m de altura! Era possível enxergá-lo por toda a cidade. 

Os negócios estavam voando alto e, em 1953, os irmãos venderam a primeira franquia em Phoenix, Arizona para Neil Fox. Logo em seguida, mais duas lojas foram inauguradas, ainda na Califórnia.

Porém, um fato aconteceu entre os anos de 1954 e 1955, que mudou todo o rumo dos irmãos McDonald.

A chegada de Ray Kroc

Ray Kroc era um vendedor de mexedores de milk-shake. E estava em um período difícil de vendas. Em uma visita ao McDonald’s, ele conseguiu uma encomenda de 6 liquidificadores! A princípio, ele achou que tinha ganhado na loteria com essa venda. Mas, começou a observar toda a operação e o movimento de clientes no restaurante.

Kroc nem imaginava o que estava por vir…

conheça a verdadeira história da marca mcdonalds

Ray ficou impressionado com o negócio dos irmãos McDonald. Tudo era perfeitamente cronometrado: os clientes pediam seus hambúrgueres diretamente para o cozinheiro e 1 minuto depois, o pedido estava pronto e embrulhado. Obviamente, Kroc resolveu apostar suas fichas neles. 

Fascinado por tudo, ele convenceu os irmãos a vender uma franquia em uma nova localização no subúrbio de Chicago, na cidade de Des Plaines em Illinois. Essa foi o nono restaurante da marca aberto em 15 de abril de 1955. 

Alguns locais afirmam que essa foi a data que o McDonald’s começou. Afinal, o final da história dos irmãos McDonald não é tão bonito, não é mesmo?

Na década de 60, Ray Kroc tinha uma ideia de expansão nacional para a rede de franquias do McDonald’s. Porém, os irmãos eram mais conservadores e não tinham tanta ambição. Aliás, o sonho deles era conseguir um milhão de dólares antes dos 50 anos e, as lojas ficariam para os funcionários que estavam com eles desde o início.

Pensando em boicotar os planos de Ray, os irmãos concordaram vender sua loja por 2,7 milhões de dólares (algo em torno de 8,6 milhões de reais) e 0,5% de participação nos lucros. Ray pechinchou, mas aceitou a oferta. Porém, esse foi um acordo selado apenas por um aperto de mão. O que foi o grande erro dos irmãos.

A queda da marca dos irmãos

Ray não cumpriu sua parte do acordo e não pagou os irmãos. E não parou por aí. Aos poucos, ele foi entrando cada vez mais na sociedade. Até tirar de vez Richard e Maurice McDonald dos negócios. Além disso, eles também perderam a marca.

A marca McDonald’s foi registrada, afinal, esse é um requisito básico para se abrir franquia. Mas ela não pertencia aos irmãos Richard e Maurice. Mesmo sendo o sobrenome deles, a marca agora é da empresa que Ray dirigia. Portanto, os irmãos não poderiam mais usá-la. 

Após o golpe, os irmãos continuaram com seu restaurante, agora chamado The Big M, fazendo referência ao grande “m” em sua construção. Mas, a história deles não acabou aí. Ray Kroc abriu uma franquia da loja McDonald’s em frente aos irmãos, obrigados a fecharam suas portas alguns anos depois. 

conheça a verdadeira história da marca mcdonalds

A loja original, foi comprada por Ray Kroc, mas essa não foi uma aquisição fácil para os irmãos, que a princípio recusaram, mas acabaram cedendo. 

Maurice McDonald morreu em 1971 de ataque cardíaco. Ele sofreu com esse golpe durante toda sua vida. Richard viveu até os 89 e morreu em 1998. Ele viu o quanto o irmão sofreu e não queria acabar da mesma forma. 

Ray Kroc morreu em 1984.

O fast-food de Ray Kroc

Os objetivos de Kroc era a expansão nacional. Para isso, ele mudou algumas coisas na forma como os irmãos trabalhavam, para deixar tudo ainda mais rápido.

A princípio, para diminuir o tempo que os clientes ficavam nos restaurantes, ele desligava o sistema de aquecimento. As bebidas eram servidas em cones de papel, impossíveis de apoiar na mesa. Então, era preciso segurar a bebida enquanto comia.

As mesas e cadeiras também foram pensadas para que as pessoas passem menos tempo ali. As cadeiras eram de encosto reto, além de desconfortáveis, as pessoas tinham que se inclinar na mesa para comer. Dessa forma, terminavam suas refeições mais rapidamente. As mesas eram grandes demais, atrapalhando qualquer comunicação.

Mas, por que as pessoas ainda consumiam no McDonald’s?

Porque a comida era barata, então o local também era. Quem iria para esse lugar, não esperava um atendimento excelente. Apenas comida rápida e barata.

Filme Fome de Poder

Conta essa história que você acabou de ler: como os irmãos Richard e Maurice Mc Donald criaram e perderam o seu negócio para o Ray Kroc, que se intitulou o criador do McDonald’s.

conheça a verdadeira história da marca do mcdonalds

O filme bem interessante para conhecer a história da maior rede de fast foods, mas também mostra outros aspectos muito bons para qualquer empreendedor, como a habilidade de gestão de um negócio completo, grandes sonhos, construção de objetivos e também a formação de um “self-made man”, alguém que conseguiu o sucesso sozinho, mas com “pedaços” de sucesso de  outras pessoas.

Você já assistiu?

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here