Entenda a verdade sobre o caso Calypso: Joelma vs. Ximbinha

Joelma e Ximbinha se envolveram em uma polêmica envolvendo a marca da banda Calypso. Entenda o que está acontecendo de verdade.

Para começar a entender o que está acontecendo, preciso te lembrar de algumas coisas. A banda foi sucesso no Brasil entre os anos de 1999 e 2015. Formada pelo casal Joelma Mendes (cantora e dançarina) e Cledivan Almeida Farias, o Ximbinha (guitarrista e produtor musical).

briga pela marca banda calypso joelma e ximbinha

Durante os anos 2000, a banda tornou-se líder em vendas de discos no país. Em seguida, a banda realizou uma turnê pelo exterior. Em 2007, foram considerados os artistas mais populares do Brasil, além de ganharem diversos prêmios da música.

Em 2015, Joelma e Ximbinha se divorciaram e a banda Calypso também se acabou. O acordo seria de que Joelma poderia utilizar Joelma Calypso (depois ficou conhecida apenas como “Joelma”) e Ximbinha usaria XCalypso.

E a marca da Banda Calypso?

De acordo com pesquisas realizadas no banco de dados do INPI, Joelma e Ximbinha, na época J.C. Shows LTDA, não conseguiram registrar a marca da Banda Calypso no INPI, por já existir um registro semelhante (hoje, esse registro em questão está extinto).

Contudo, vale frisar que o registro protegeria o conjunto marcário “Banda Calypso”, pois a expressão calypso na realidade se refere ao ritmo. Portanto, não há direito exclusivo de uso.

briga pela marca banda calypso joelma e ximbinha

Polêmica atual envolvendo Joelma e Ximbinha da Banda Calypso

Mesmo após alguns anos após o fim da banda, a briga continua. O que acontece é que Joelma estaria tentando utilizar o nome “Banda Calypso”, “Calypso” e “Isso é Calypso” em seus shows de carreira solo. O que não deixou Ximbinha muito feliz.

Ainda no ano de 2021, quando Joelma anunciou a turnê “Isso é Calypso”, o ex-marido da cantora tentou impedir o uso do nome da banda utilizada pr eles através de tutela antecipada, porém, foi negado pelo TJSP (Tribuinal de Justiça de São Paulo).

A assessoria da artista informou que “calypso” é um ritmo. E que o título escolhido para a turnê está se referindo ao ritmo e não a antiga banda. É uma turnê com apresentação solo do ritmo calypso e não o retorno da banda.

Como calypso é um ritmo, todos podem utilizar como acontece com o sertanejo universitário, por exemplo.

O caso ainda não há resolução e será necessário aguardar o desenrolar da história.

Paulo Rebello Marinho

Paulo Rebello Marinho

Advogado, pós graduado em Direito Empresarial e especialista em proteção de marcas.

Deixe um comentário

Zênite Marcas

Nossa especialidade é simplificar o processo de registro de marca e torná-lo acessível aos pequenos e médios empreendedores.

Artigos recentes

Caso real de perda da marca

Todos os direitos são reservados à Zênite Registro de Marcas Ltda.

Baixe nosso Plano de Ação 2024 gratuitamente.

Use nossa estratégia já validada para alavancar seus negócios!

Faça uma consulta de marca!